Mangá de To Love-Ru é Banido na Austrália: Mas só Alguns Volumes

To Love-Ru é Banido na Austrália

Mangá de To Love-Ru é banido na Austrália, sim, lá é o governo que controla o que as pessoas podem consumir. A Austrália baniu mais mangás como parte de um esforço para censurar a cultura pop japonesa.

De acordo com um usuário do Twitter, os volumes 2, 4, 13 e 15 do clássico To Love-Ru Darkness tiveram sua ”classificação recusada”, já os volumes 1 e 17 receberam a classificação de ”Categoria 1”.

To Love-Ru é Banido na Austrália

Mangá de To Love-Ru é Banido na Austrália: Restrições e conteúdo RC

Os mangás de Categoria 1 contém imagens de nudez e devem ser vendidos em uma embalagem lacrada, e suas capas não devem ser explícitas. Também não estão disponíveis para menores de 18 anos.

Já os mangás com ”classificação recusada” diz que tal conteúdo está ”fora dos padrões geralmente aceitos pela comunidade”. Confira abaixo uma descrição mais detalhada:

A Classificação Recusada (RC) é uma categoria de classificação referente a filmes, jogos de computador e publicações que não podem ser vendidos, contratados, anunciados ou importados legalmente na Austrália. O material classificado como RC contém conteúdo de alto impacto e está fora dos padrões geralmente aceitos pela comunidade.

A Austrália tem se empenhado bastante em censurar animes e mangás ao longo dos anos. Vários mangás já foram tirados das livrarias por terem ”pornografia infantil”, e os políticos costumam atacar animes com algum conteúdo erótico, e além disso, o país também nega a importação de produtos eróticos para adultos, e prende quem compra ou importa figures sensuais.

A censura tem sido uma dor de cabeça para os fãs de animes e mangás, não podemos esperar muito de nações como a Austrália que controlam o que as pessoas consomem, só podemos lamentar, mas vamos torcer para que o fogo da censura exagerada abaixe um pouco com os novos candidatos eleitos recentemente no Japão.

Via: Refused C

%d blogueiros gostam disto: