Partido Comunista Japonês critica Dragon Quest por ser Orientado para Homens

Partido Comunista Japonês critica Dragon Quest

Foi só ontem que publicamos aqui a opinião de um comentarista americano dizendo que acha todos os animes satânicos e hoje vemos outro caso de uma figura politica falando algo negativo sobre coisas que Otakus gostam.

O Partido Comunista do Japão possui um jornal chamado de “Shimbun Akahata”, e uma matéria deste jornal acabou se tornando um tópico discutido entre os fãs de games do Japão.

A matéria critica a série de games Dragon Quest, o trecho diz o seguinte:

Partido Comunista Japonês critica Dragon Quest

“Após pensar bastante, eu decidi jogar Dragon Quest, um jogo que eu havia jogado no passado e que comprei de segunda mão em uma loja por volta de um mês atrás. Foi muito divertido, você continua sua jornada conversando com as pessoas, pegando informações, derrotando monstros e upando de nível.

O jogo é feito tendo vários missões de resgatar alguém, derrotar monstros pequenos, quebrar maldições, encontrar tesouros, etc. Cada uma dessas missões podem ser completadas por volta de 1 hora. A sensação de progresso é satisfatória, é um ótimo alivio do dia a dia.

Porém, uma coisa que me deixou incomodado é o problema do gênero, eu senti uma forte “perspectiva masculina” aqui e ali… Por exemplo, o “Herói escolhido” que nasceu para salvar o mundo da crise é um homem.

E tem também uma linda amiga de infância que espera para sempre pelo herói. Em termos de habilidades e papeis, personagens masculinos são mais concentrados em atacar enquanto as personagens femininas em cura e suporte. A forma como eles falam “eu sou um homem” e “eu sou uma mulher”, também segue o estereotipo de gênero.

Partido Comunista Japonês critica Dragon Quest

Além disso a sensualidade das personagens também é um problema, o modelo das personagens lutadores femininas enfatiza os peitos e os quadris, e tem também uma roupa de Bunny para as garotas.  O fato de várias cidades do jogo terem áreas sexuais também é um grande ponto de interrogação. 

Após essa parte do jornal ter viralizado, esses foram alguns dos comentários que circularam no Twitter:

“Realmente, eu não consigo confiar nem em esquerdistas e direitistas para proteger a cultura otaku…”

“A igualdade de gênero é não impor e poder escolher.”

“Eles têm reclamado muito sobre isso, mas ainda estão promovendo”

“Se eles elogiassem o jogo todo não haveria buzz”

“São pessoas assim que permitem que isso aqui acabe acontecendo”

Tem muitas pessoas que estão criticando os personagens do novo jogo de Pokémon, achando os visuais extremamente sem graça.

Enfim, o que vocês acham?

VIRE MEMBRO YUUSHA Aqui. e veja publicações exclusiva no site, como estranhos filmes JAVs, Recomendações de Mangás e tenha o site Livre de Propagandas ou doe para [email protected]

Hoss

Hoss é o criador da Você Sabia Anime, formado em Design, está estudando japonês, talvez coreano, está treinando desenho em uma mesa e começou a fazer lives no Youtube