Museu do Mangá em Kyoto Reconhece que Mangás Piratas Ajudaram a Indústria

Museu do Mangá em Kyoto Reconhece que Mangás Piratas Ajudaram a Indústria

Acabei vendo no Twitter uma discussão sobre pirataria de mangás/animes e uma publicação me chamou a atenção, onde aparece uma foto de um texto que está no Museu Internacional de Mangá de Kyoto falando sobre a pirataria.

O Bom e o Ruim da Pirataria de Mangás

”No exterior, especialmente em outros países da Ásia, existiram certos períodos onde as leis que protegiam o copyright de obras estrangeiras ainda não estavam devidamente estabelecidos. Versões piratas traduzidas de mangás japoneses eram lidos de forma ampla até que publicações aprovadas começaram a surgir nos anos 90.

Infringir os direitos autorais é ilegal, porém, deve ser lembrado como um fato histórico que fãs estrangeiros dos mangás japoneses surgiram, e que o mercado estrangeiro para mangás japoneses se desenvolveu precisamente por conta das versões piratas.”

Mas só lembrando que apesar do Museu reconhecer o benefício histórico da pirataria, tem muita empresa japonesa atualmente que luta contra sites piratas, chegando a ter donos presos.


Curta a gente no Face, siga no Insta e no Twitter!! Arigas!!

Compartilhe!!