Uma Musume recebe reclamações após passar na TV Japonesa

Emissora Japonesa mostra Uma Musume e pessoas reclamam

Após vários anos com adiamentos, o game mobile de Uma Musume foi lançado no Japão, finalmente. No jogo você recruta garotas-cavalos, treina elas, e participa de corridas, eu vi uns gameplays (na verdade vi VTubers jogando) e parece realmente bem divertido.

O game inclusive já ficou em 1º entre os game mobile, está realmente bastante popular, e eis que a emissora japonesa TBS resolveu passar em sua programação uma matéria falando do game, mostrando que todas as personagens são baseadas em cavalos de corrida reais.

Algumas imagens do programa:

Emissora Japonesa mostra Uma Musume e pessoas reclamam Emissora Japonesa mostra Uma Musume e pessoas reclamam Emissora Japonesa mostra Uma Musume e pessoas reclamam Emissora Japonesa mostra Uma Musume e pessoas reclamam Emissora Japonesa mostra Uma Musume e pessoas reclamam Emissora Japonesa mostra Uma Musume e pessoas reclamam

E qual o preço que se paga por aparecer numa mídia mainstream? Geral toma conhecimento, e aí algumas mulheres foram ao twitter reclamar de Uma Musume.

O Otakomu tirou alguns prints de algumas pessoas reclamando, não foram muitos tá, não é uma controvérsia grande nem uma treta colossal, só estou mostrando mesmo como estão as coisas.

Entre os comentários, tem gente que achou o fato dos cavalos terem virado garotas uma merda, outra perguntou ”por que garotas? por que não cavalos?”, outra pessoa disse que isso era desprezar as mulheres, outra de que Uma Musume faz literalmente exploração sexual etc.

Outro comentário que vi foi de uma pessoa falando porque que não transformam em homens, porque só mulheres, mas o caso é, tem. Tem games aí, produtos que pegam alguma coisa e transformam em homens bonitões pro público feminino, só que aí reclamar disso ninguém faz.

Enfim.

Gostou do post? CURTA nossa página no Facebook! SIGA o Hoss no Twitter e nosso PERFIL no Instagram! Receba nossos posts pelo Telegram.

Sugestões? Correções? Proposta comercial?
Envie um e-mail para: [email protected]

%d blogueiros gostam disto: