Entrevista com Minori Chigusa: Como se preparar para ser um mangaká?

Entrevista com Minori Chigusa

A artista de mangá Minori Chigusa deu uma entrevista sobre como se preparar para ser um mangaká ainda na adolescência. Desde sua estreia como mangaká nos seus 19 anos de idade, ela vem expandindo gradualmente sua área de especialização para serialização de mangá, ilustração de light novel e design de Vtuber. Seus trabalhos incluem Irozuku Kisetsu to Tonari no Kimi to e Kokoro Irozuku Koi ga Shitai.

Entrevista: Como se preparar para ser um mangaká?

-Qual é a história da sua estreia como artista de mangá?

Minori Chigusa – Tudo começou quando um editor viu um mangá que eu postava nas redes sociais como um passatempo. Mas pra falar a verdade, eu não estava planejando me tornar uma artista de mangá.

-Mas, você estava planejando se tornar uma criadora?

Minori Chigusa – Claro, mas eu queria ser uma ilustradora. Embora eu estivesse postando nas redes sociais como um hobby, eu não tive nenhuma experiência real desenhando um mangá, e eu não era muito boa em criar histórias. Então, quando o editor entrou em contato comigo, eu hesitei, pois eu ainda não havia trabalhado em nada comercial. Eu pensei que essa seria uma boa chance. Até hoje não parei de aprender.

-Você falou com alguém antes de fazer sua estreia?

Minori Chigusa – Eu não penso muito antes de agir. (risos) Eu não estava preocupada. Não consultei ninguém e nem contei para minha família sobre eu ter me tornado uma artista de mangá, mas eles recentemente descobriram. Aparentemente o twitter sincroniza com seu catálogo de endereço, então minha conta acabou aparecendo pra minha família como recomendações (risos). Mas eu estou aliviada que isso não se tornou um grande alvoroço.

como se preparar para ser um mangaká

Trabalho de estreia da Chigusa – Comédia Romântica Kokoro Irozuke Koi ga Shitai

-Qual foi a parte mais difícil em estrear como uma estudante?

Minori Chigusa – Eu não sou acostumada a trocar e-mails. Já tive empregos de meio período antes, mas nunca tive que escrever e-mails comerciais. É um território desconhecido, eu respondo os e-mails imitando o estilo dos que eu recebo.

-Você tem problemas em equilibrar sua agenda com a sua escola vocacional?

Minori Chigusa – Eu tenho frequentado uma escola de desenho, e a escola permite que eu faça o meu próprio horário se eu estiver procurando um emprego ou publicando um mangá, então está tudo bem. Eu desenho algo todos os dias, seja na escola ou sozinha, mas não cumpro uma cota diária. Eu só trabalho no meu próprio ritmo, e se eu estiver cansada eu apenas paro. Então as coisas podem ficar difíceis antes dos prazos… (risos)

Eu prefiro relacionamento de personagens a personagens bonitos que estão sozinhos

-Seus trabalhos giram em torno de um teme sobre juventude e amor. Você sempre gostou de comédias românticas?

Minori Chigusa – No época da escola, eu costumava ler muitos mangás shoujo, mas entrei nos mangás shounen logo no ensino médio.

-Quais autores te influenciaram?

Minori Chigusa – Eu gosto do estilo de desenho cintilante de Ema Toyama, autora de Missions of Love, sendo que por um tempo eu tentei imitá-la. O mesmo vale para Sadoru Chiba, ilustrador de School-Live! no colegial, eu tentava imitar o estilo dos meus artistas de mangá e ilustradores preferidos, mas eventualmente, eu acabei descobrindo o meu próprio.

-Seu estilo contém elementos de fetiche típicos dos chamados gêneros masculinos, mas também a emoção do mangá shoujo. Quais são as suas raízes?

Minori Chigusa – Admito que posso ter uma queda pelo corpo feminino, mas ao invés de uma única garota bonita, minha tendência é valorizar a relação entre dois personagens. Então, a esse respeito, acho que estou inclinada ao gênero de mangá shoujo.

-Seus leitores são mais masculinos ou femininos?

Minori Chigusa – Cerca de 1 ano atrás, eu fiz uma pesquisa de gênero no twitter, e descobri que 3 a cada 4 entrevistados eram do sexo masculino.

-O que os seus leitores mais aproveitam?

Minori Chigusa – Leitores masculinos parecem apreciar ilustrações com elementos de fetiche, como meia-calça, mais do que desenhos que são simplesmente fofos ou bonitos. (risos)

como se preparar para ser um mangaká

-A forma como você consegue retratar a suavidade do corpo feminino é muito impressionante. Quais são as suas referências?

Minori Chigusa – Eu preparo algumas fotos de gravuras e observo o trabalho de vários ilustradores para descobrir como deformá-los e encontrar uma maneira de incorporar o tridimensional no bidimensional. Eu sempre procuro por materiais de referência para desenhar. Quando eu os reviso, eu percebo que as coisas na minha cabeça estão completamente diferentes do que elas pareciam na realidade, então eu tenho bastante cuidado em não desenhar fotos apenas me baseando no que está na minha cabeça.

Como obter informações para a criação de um mangá?

-Como você cria as situações que você retrata no seu mangá?

Minori Chigusa – Costumo ter essas ideias quando estou na cama. Mas há vezes que eu não consigo ter um ideia, e é aí que eu pego inspiração de outros artistas de mangá e ilustrações.

-Então quando você fica sem ideiais, você vai em busca de informações, há algo que você mantém em mente ao receber essas informações?

Minori Chigusa- Seja um jogo, mangá ou ilustração, eu não vejo apenas o trabalho, gosto dele, e sigo em frente. Eu tento analisar exatamente o que eu gostei nele. Não apenas eu observo, mas também tento redesenhar. Conforme eu vou mexendo minhas mãos, eu vou tendo mais facilidade em aprender como as coisas são feitas.

-Informações podem ser obtidas de duas formas: Alguns tentam se expor a uma ampla gama de gêneros, incluindo aqueles que estão longe do seu próprio, enquanto outros tendem a se aprofundar nos gêneros que gostam, embora a escolha seja mais restrita. Qual é pra você?

Minori Chigusa – Se eu tivesse que escolher uma opção, seria a última.  maior parte das minhas ideias vem dos animes e dos mangás, mas eu tento tocar conscientemente em coisas tridimensionais também. Um dos meus professores na escola vocacional disse, ”Anime já é uma imagem completa. É por isso que é melhor criar suas próprias imagens referindo-se a imagens reais e combiná-las para tornar seu trabalho mais original e realista.”

A conveniência de ter seu trabalho revisado em sala de aula

-Eu acho que muitos leitores esperam fazer sua estreia ainda jovens como você. Quais são as coisas que se deve fazer na adolescência?

Minori Chigusa – Isso pode parecer óbivio, mas bem, desenho, significa prática dessin. A escola que eu queria frequentar exigia um teste de desenho, então eu praticava quase todos os dias no meu último ano do ensino médio. No entanto, eu praticava apenas desenhor de natureza não morta, e não muito desenhos de figura. Mesmo assim, sinto que minha experiência com natureza morta se reflete na maneira como aplico sombras e realces nas minhas ilustrações de garotas. Além disso, como minha própria estreia foi desencadeada pelas redes sociais, acho que não há mal nenhum em postar o seu trabalho na internet. Você pode não se sentir pronto para mostrar seu trabalho para os outros e ficar um pouco desconfortável no começo, mas você pode encontrar alguém que aprecie. Então, sim, eu recomendo que você coloque nas redes sociais!

Minori Chigusa – Parando pra pensar, eu acho um pouco conveniente estar em um lugar onde você pode ter o seu trabalho revisado na sala de aula a qualquer hora. Depois de se formar, é muito difícil ter alguém para revisar seu trabalho, e você vai precisar confiar no que se lembra dos seus dias de escola.

-Sua formatura é sua última chance de dar uma olhada na piscina da escola, então né?

Minori Chigusa – Exatamente isso! (risos) Especialmente porque sempre desenho ilustrações e mangás ambientados nas escolas, muitas vezes tenho dificuldade em lembrar como as coisas costumavam ser.

-No que você se concentra na hora de desenhar suas ilustrações?

Minori Chigusa – Os olhos. Pessoalmente, eu acho que os olhos são a parte que mais se destaca em ilustrações de anime. Por isso, tento fazer eles brilharem. Eu tenho uma rotina específica para desenhar olhos, então eles não são muito demorados. Vamos dizer que estou acostumada a desenhá-los, ainda que eu esteja ciente de que é uma parte importante do processo, então não posso estragá-los.

como se preparar para ser um mangakácomo se preparar para ser um mangaká

O que é mais importante na criação dos seus personagens?

-Você sempre desenhou trabalhos originais?

Minori Chigusa – Quando eu comecei a postar nas redes sociais, eu costumava fazer muitas fanarts, mas eventualmente, eu fui descobrindo o meu próprio estilo de desenho mais e mais. Gosto de pensar em personagens originais desde o ensino médio. Como estava me inscrevendo em uma escola profissionalizante, não precisava estudar para os exames tanto quanto todos ao meu redor, e no meu último ano do ensino médio, eu tive um tempo livre. Finalizei os rabiscos dos personagens da época, e eles se tornaram os personagens de Irozuku Kisetsu to Tonari no Kimi to e Kokoro Irozuku Koi ga Shitai. No início, eram apenas esboços, mas ao pensar na história deles, me apeguei a eles.

-Com o que você se preocupa ao criar seus personagens fascinantes?

Minori Chigusa – Em primeiro lugar, tento desenhar personagens que eu gosto, tanto por dentro como por fora. É por isso que eles acabam com muitas características que eu gosto, como olhos puxados e franja reta. (risos) É diferente quando estou desenhando mangá porque tenho que pensar na história primeiro, mas ao criar personagens como hobby, costumo começar com o visual e só depois pensar na personalidade da garota.

-Tenho a sensação de que, às vezes, ilustradores e artistas de mangá veem as coisas cotidianas de maneira um pouco diferente. Você tem algum exemplo disso?

Minori Chigusa – Me lembro de ter assistido um programa de variedades com minha família quando disse em voz alta: ”As rugas nas calças daquele ator estão muito bonitas!” (risos) Acho que tenho um lado maníaco que me faz querer muito desenhar as rugas das roupas.

O espaço de trabalho da Chigusa

como se preparar para ser um mangaká

-Nos conte sobre seu espaço de trabalho

Minori Chigusa – Eu uso um laptop com um tablet clássico e CLIP STUDIO PAINT PRO como software. Mudei da arte tradicional para a digital quando estava na quarta série e comecei a desenhar usando um software de desenho simples que veio com meu computador. No meu segundo ano do ensino médio, a mãe de um dos meus amigos era uma artista doujin, e ela me falou sobre o Clip Studio, então minha família comprou para mim no meu aniversário.

-O que você procura em um computador ou tablet?

Minori Chigusa – Quando se trata de tecnologia, sou completamente ignorante, então escolho com base em comentários de boca a boca na internet e nas opiniões dos balconistas. Mas eu tive algumas aventuras ruins. Uma vez, eu comprei uma mesa digitalizadora com uma reputação muito boa, mas não era exatamente o que eu procurava em termos de conforto para desenhar, então acabei comprando outra. Desde então, sempre experimento os tablets com caneta que vejo recomendados na internet antes de comprá-los porque o que 8 em cada 10 pessoas gostam pode não ser necessariamente bom para mim. E acho que isso se aplica a outras coisas também.

-Você recebeu o MSI Summit E13 Flip Evo, um notebook lançado pela MSI Computer Japan. Quais foram suas impressões sobre o aparelho?

Minori Chigusa – Fiquei surpresa com a rapidez com que ele roda, apesar de ser fino e leve como um tablet. O computador antigo que eu usei até o ensino médio às vezes congelava enquanto eu desenhava, mas este ainda tem muito espaço mesmo com o CLIP STUDIO PAINT PRO instalado. Trabalhar neste PC me dá um sentimento de leveza, mesmo com muito deesenho e apagamento.

como se preparar para ser um mangakácomo se preparar para ser um mangaká

Minori Chigusa – Eu também gosto das belas cores do monitor. Você pode desenhar diretamente na tela, e isso facilita as coisas mesmo para quem está acostumado com a arte tradicional.

-De fato. É conveniente como este PC também funciona como um tablet LCD, certo?

Minori Chigusa – Isso mesmo. E além disso, a caneta que acompanha é leve e fácil de segurar, para que sua mão não se canse mesmo depois de longas horas de trabalho.

como se preparar para ser um mangaká

-Atualmente, você está participando de todas as suas aulas remotamente ou vai à escola alguns dias?

Minori Chigusa – Eu vou à escola alguns dias. Esse computador tem aproximadamente o mesmo tamanho de um notebook A4, então é perfeito para transportar. Por razões óbvias, não saio muito hoje em dia, mas acho que seria bom trazer se você queira trabalhar em um outro lugar pra variar. E mesmo sem carregá-lo, eu gosto que ocupe pouco espaço e que se encaixe perfeitamente na minha mesa.

-Você usa seu computador para outra coisa, além de desenhar?

Minori Chigusa – Sendo ignorante tecnologicamente, não sou muito boa em  configurações e tal, então basicamente só uso meu PC para desenhar… Meu computador nem está conectado à internet. Eu procuro recursos com meu smartphone, mas às vezes sinto que as imagens são pequenas demais…

como se preparar para ser um mangakácomo se preparar para ser um mangaká

-Depois de experimentar, para quem você acha que o MSI Summit E13 Flip Evo é adequado?

Minori Chigusa – Eu acho que é ótimo para quem quer usar software de desenho como o CLIP STUDIO PAINT PRO em movimento, já que o MSI Summit E13 Flip Evo pode ser usado como um tablet, mas também suporta software de desenho completo para PC. Se você está desenhando em um tablet, mas está começando a sentir que faltam algumas funções, acho que isso serio o ideal.

-E então, quais são os seus planos futuros como criadora?

Minori Chigusa – Eu sempre quis ser uma ilustradora, então gostaria de fazer mais trabalhos de ilustração além do meu trabalho no mangá. Sempre adorei animes e light novels, e ficaria feliz em estar envolvida em projetos nesse sentido: design de personagens, ilustrações de capas… continuarei fazendo o meu melhor!

-Muito obrigado por hoje!

como se preparar para ser um mangaká

Via: Pixivision

A Attack Comic Shop está com mangá originais em japonês disponíveis em seu site agora. Clique aqui e veja todos os mangás

Entrevista com Minori Chigusa: Como se preparar para ser um mangaká? 1

Arigas Yuushas e Maous!

Por fim, MIL ARIGAS à todos os Yuusha e Maou que viraram membros no site da Você Sabia Anime!

Agora além de virar membro é possível ajudar diretamente a Você Sabia Anime, dessa forma trazendo ainda mais conteúdo para você, você pode apenas doar para o pix [email protected], agradecemos imensamente toda ajuda!

%d blogueiros gostam disto: