Comentários de Tappei Nagatsuki revelam Curiosidades de ReZero

Comentários de Tappei Nagatsuki revelam Curiosidades de ReZero

Esse post é apenas uma tradução de uma matéria publicada no Crunchyroll. Durante as exibições da nova versão da primeira temporada de ReZero, o autor, Tappei Nagatsuki, revelou algumas curiosidades do anime em seu twitter.

Confira:

Um dos aspectos mais comentados sobre o qual Nagatsuki falou ao longo de seus tweets foi o design dos personagens. Ele frequentemente discutia o quanto gostava do fato de Emília mudar com freqüência ao longo da série, e que era “luxuoso” e uma “visão abençoada” ver isso acontecer tanto, especialmente em Memory Snow, onde eles estavam vestindo as roupas de empregada de inverno. Seu traje favorito de Emília era a roupa de dormir do Episódio 5, chamando-a “roupa mais bonita” da série.

Roswaal foi o personagem que a equipe levou mais tempo para acertar e garantir que a transição da ilustração para o anime fosse perfeita. O que é compreensível considerando o quão detalhado o personagem é. Nagatsuki exclamou que “mesmo agora” eles ainda estão discutindo sobre o design de seu personagem na produção da 2º Temporada. O autor também ressaltou no Episódio 3 que o corpo de Roswaal estava “inesperadamente bem tonificado para um usuário de magia”.

No mesmo episódio, Nagatsuki estava preocupado com a forma como Emília pronunciaria as palavras “estrangeiras”. A este respeito, Nagatsuki está falando de palavras usadas pelos japoneses que vieram originalmente do exterior. Com Subaru – um nativo do Japão crescendo cercado de versões japonesas de palavras estrangeiras – introduzir essas palavras a alguém que nunca as ouviu antes, enquanto tecnicamente falava uma língua diferente, seria difícil.

A palavra em questão era “date”. A forma japonesa de “date” é pronunciada (mais ou menos em inglês) “dehtoe” e escrita “deeto” – há toda uma lição de história sobre por que a pronúncia é diferente da ortografia, mas não vamos entrar nisso. Emília teria dificuldade em capturá-la. Nagatsuki se sentiu “bastante satisfeito” quando criou Emília respondendo com “deito” a Subaru, o que também soou mais bonito.

Falando em falar… em Memory Snow, para o monólogo inglês no início da OVA, o seiyuu de Subaru, Yusuke Kobayashi, foi solicitado a fazer soar “como se você não soubesse ler” ou falar inglês. Nagatsuki disse que, mesmo sendo engraçado, Kobayashi realmente estudou no exterior, então “ele provavelmente poderia tê-lo pronunciado corretamente”.

No Episódio 12, quando Subaru fica possuído com o espírito de Petelgeuse, foi dito a Nagatsuki que Kobayashi estava “tenso”, expressando o duplo caráter. Aparentemente, Kobayashi não recebeu muitas informações sobre o personagem – ou neste caso, mudança de personagem – antes da gravação, então levou algum tempo para que ele se acostumasse com a voz. Mas quando Kobayashi entrou na rotina, Nagatsuki disse que “foi incrível”. E se perguntou se “‘há um interruptor dentro dele?”. “Que performance”.

Nagatsuki também mencionou que a posse de Subaru por Petelgeuse foi na verdade prefigurada no início da série quando Subaru foi morto por Puck e morreu rindo como um maníaco.

Continuamente ao longo dos tweets, Nagatsuki elogiou o pessoal do anime por dar vida ao seu trabalho. Quando a equipe estava procurando áreas para cortar ou se movimentar por restrições de tempo, a promessa entre Subaru e Rem no Episódio 5 foi quase deixada no chão da sala de corte até que o produtor Tsunaki Yoshikawa lutou para mantê-la.

Na verdade, Nagatsuki diz que Yoshikawa “trabalha duro” para garantir que muitos dos detalhes dos livros sejam deixados na série de anime para os fãs, “salvando” certos momentos de serem cortados. Incluindo alguns momentos na temporada 2.

Quanto a acrescentar momentos ao anime que não estavam nos livros, todo o backstory de Rem e Ram era original do anime para ajudar os espectadores a entender os “laços fraternais” que elas compartilham. Nagatsuki disse que o roteirista Masahiro Yokotani e ele mesmo tiveram uma discussão “sem sentido” sobre o que era o coelho bárbaro, sem nunca chegarem a uma conclusão.

Um dos aspectos mais interessantes da 1º temporada de ReZero foi que Nagatsuki falou que ele escreveu todo o terceiro arco para que apenas duas linhas de falas saíssem da boca de Subaru. As duas linhas foram “Eu me odeio” (Episódio 10) e “Eu te amo, Emilia” (Episódio 13), que decompõem o crescimento do personagem de Subaru em todo o arco em duas frases simples e deram a Nagatsuki os blocos de construção de que ele precisava para dar corpo a toda a história até onde ela precisava estar para o quarto arco, que já estreou.


Compartilhe!!