Aspirante a Criadora de Animação Reclama como Empresa trata Animações com tema de Diversidade

Aspirante a Criadora de Animação Reclama como Empresa trata Animações com tema de Diversidade

A aspirante a criadora de animação Sara Eissa escreveu uma thread no Twitter no sábado sobre como uma ”certa empresa grande que produz animações” é tendenciosa em relação a ideias originais para shows com elementos de “diversidade”, como os personagens principais serem pessoas de cor ou LGBTQ+.

A empresa supostamente teria fofocado para Eissa em relação a um show que eles financiaram que era “diversificado” porque apresentava um elenco totalmente feminino com uma variedade de tipos de corpo e representação LGBTQ+. Em vez de lançar um trailer com imagens da animação, a empresa lançou um vídeo destacando os criadores enquanto falavam da “diversidade” presente no show como um ponto de venda. De acordo com a Eissa, a empresa recebeu muito backlash por este movimento e agora está menos inclinada a financiar shows que apresentem “temas de diversidade”.

”Fodam-se os criadores que usam diversidade como um ponto de venda ao invés de promover a HISTÓRIA, porque então uma pessoa que quer fazer um show com um elenco autenticamente diversificado (não com o propósito de promover a diversidade) é colocada no backburner porque os executivos pensarão que vai fracassar como aquele outro show que eles financiaram”, tweetou Eissa.

Backburner é deixar algo de lado, não é considerado ou discutido, porque não é urgente nem importante.

Eissa não especificou qual foi a empresa que fez isso, o site dela tem um vídeo promovendo o vídeo da animação High Guardian Spice, o que leva a pensar que a empresa seja a Crunchyroll.

High Guardian Spice foi anunciado como o primeiro projeto do ”Crunchyroll Originals” e estava programado para sair em 2019. Em Novembro de 2019 foi dito que a animação tinha terminado sua produção, e até hoje não teve data de estreia.

O que rolou quando anunciaram essa animação, e que falaram muito de ”diversidade, os criadores são diversos, diversidades” que recebeu muitas criticas do público.

No anúncio, Margaret Dean do Crunchyroll Studios disse: ”Com High Guardian Spice, nós temos um grupo de 100% de escritoras mulheres, o que faz sentido num show sobre jovens garotas, e nossa equipe é 50% feminina, muito étnica e LBGTQ+ diversa”.

Os tweets de Eissa chamou as mulheres do projeto de animação de um “esquema”, alegando que “as showrunners brancas destes shows lgbt/progressivos contratam SOMENTE outras mulheres brancas”.

Samir Barrett e Sofia Alexander se mostraram frustrados sobre o marketing que apresenta os shows com temas de diversidade ao invés de mostrar a história.

Samir faz o storyboard para Onyx Equinox, outra animação original do Crunchyroll.

Sara Eissa é uma graduada de 22 anos que está atualmente lançando uma série animada de ação e aventura em 2D intitulada A Rebelião de Astur.


Compartilhe!!