ReZero WebNovel Resumo do Capítulo 89 e 90 FIM DO ARCO 6

ReZero WebNovel Resumo do Capítulo 89 e 90 FIM DO ARCO 6

Neste post você vai ler os resumos dos dois últimos capítulos do Arco 6 da webnovel de Re:Zero, para ler os resumos anteriores, veja o nosso Índice de Spoilers.

Primeiro, alguns avisos:

  • Esses resumos vem do Reddit e podem conter erros
  • Estes resumos são da versão da webnovel, quando forem passados para a light novel, pode ocorrer dos editores mudarem alguns acontecimentos (o anime é baseado na versão da light novel e não da webnovel)
  • Não postarei resumos da versão light novel, apenas posts comparando as diferenças, já que a LN é publicada no Brasil de forma oficial pela NewPOP.

 

Re:Zero Arco 6 Capítulo 89

Resumindo bem rápido, Subaru, Beako, Meili e Julius estão enfrentando Shaula em sua forma de escorpião. Após alguns embates, Emilia consegue fazer o que estava fazendo no topo da torre e eles conseguem derrotar o escorpião.

Porém Shaula não retorna, no lugar do então Escorpião Carmesin tem um pequeno escorpião, que Subaru pega e fica se lamentando que Shaula se foi.

Re:Zero Arco 6 Último Capítulo ”Herói”

Subaru vê um escorpião minúsculo emergir da poeira. Ele havia prometido salvá-la, mas falhou em sua promessa. O escorpião carmesim havia se desfeito em pó, e este escorpião minúsculo não era Shaula. Shaula havia sido perdida. Ela desempenhou seu papel na torre até o final. Ele jurou encontrá-la novamente um dia, e se despediu por enquanto. Foi quando Meili beliscou sua orelha, dizendo-lhe que embora minúsculo, este escorpião ainda era um Monstro da bruxa. Não era Shaula. Foi quando Emilia chegou ao local.

Olhando para a areia, Emilia lamentou a perda de Shaula. Julius perguntou a Emilia se ela tinha terminado o Trial, Emilia disse que sim e perguntou se ele poderia se lembrar dela, o que ele afirmou que sim. Beatrice e Meili também se lembraram dela. Subaru queria organizar seus pensamentos, o fato de que o nome de Emilia havia retornado significava que, ao que Julius afirmou, Ram havia derrotado Ley Batenkaitos. Ley Batenkaitos, um dos três irmãos da Gula, o maior inimigo de Subaru e Ram, o ladrão do nome da Emilia, havia caído. Subaru se perguntou se a queda de Ley significava a recuperação de Emilia, então o povo de Priestella também estaria de volta. Ele então perguntou a todos se finalmente se lembrariam de Rem. Mas ninguém disse que lembrava de Rem ainda.

Beatrice salientou que também não conseguia se lembrar de Julius. Julius disse-lhes que tinha uma ideia do porquê de seu nome ainda não ter voltado. Isso porque Roy Alphard, que havia roubado seu nome, havia sido capturado vivo.

Subaru e todos retornaram à Torre de Vigia e foram recebidos por Anastasia e Echidna, a primeira revelando o seu despertar. Ela disse que Echidna lhe havia contado tudo o que havia acontecido nos últimos dois meses. Ela havia esquecido Julius. Após alguma conversa ociosa, Subaru disse a ela que tinha algo importante para falar. Anastasia perguntou se era sobre o Arcebispo do Pecado que Julius havia derrotado.

Ela apontou para a carruagem do dragão, no interior da qual estava Roy Alphard. Fazendo companhia a Gyan, ele então olhou para a carruagem com Emilia. Com certeza deitado dentro dela estava Roy Alphard. Ele havia sido amarrado e contido usando shamak. Julius respondeu que não era um método que ele havia inventado, mas o que havia sido usado na selagem mais famosa do mundo, a selagem da Bruxa da Inveja.

Subaru questionou porquê mantê-lo vivo. A morte de Ley devolveu Emilia, então a morte de Roy provavelmente poderia restaurar a todos. Julius respondeu que ele não tinha certeza se os nomes e memórias voltariam, embora Ram tivesse derrotado Ley Batenkaitos, não se sabia se sua derrota era o que restaurava o Nome. Era possível que matá-lo pudesse fazer tudo desaparecer permanentemente.

Subaru então sugeriu usar seu Livro dos Mortos para descobrir como recuperar os que haviam sido comidos, Anastasia respondeu que Subaru é quem deve ser o maior cético em relação a essa ideia. Embora sua amnésia não tivesse sido causada pelo Livro dos Mortos, o livro de Meili tinha feito sua mente corromper os sentimentos e pensamentos de Meili. Não se dizia que a leitura do livro de Roy Alphard não daria origem a um novo Roy Alphard. Anastasia assegurou-lhe que nenhum assassino teria um final feliz. Emilia falou a favor da ideia de Julius e Anastasia, Subaru ressaltando que Julius também precisava cuidar de Joshua. Echidna sondou, dizendo que Julius e Ana favoreceram que Roy Alphard fosse levado para a capital e descobrisse uma maneira de salvar suas vítimas de si mesmo. Em última análise, todos favoreceram essa ideia do que a de matar Roy. Com isso decidido, Subaru subitamente sentiu uma falta de energia, esgotou-se mental e fisicamente, e desmaiou.

Subaru pensou em seus amigos, em Emilia, que tinha sido comida por Ley, e Shaula. Ele pensava que seu mestre, Flugel, era uma pessoa desagradável. Chegaram então à Sala Verde. Ram também estava lá, junto com Rem e Patrasche. Mesmo que Ley Batenkaitos tivesse sido derrotado, não significaria muito se o nome e as lembranças de Rem não tivessem voltado. Ele esperava ouvir algo de Roy Alphard, e apontou que havia muitos mistérios em torno desta torre de vigia. Ao colocar Subaru para descansar, Emilia disse então a Beatrice e aos demais que havia alguém que ela queria que todos eles conhecessem.

Eles foram saudados pelas mesmas linhas: “Tu, que chegaste ao topo da torre. Avança pelo primeiro andar, peticionário todo-poderoso”. Guiados por Emilia até a primeira camada, todos ficaram estupefatos. Ela lhes disse que encontrou Volcanica esperando aqui quando chegou pela primeira vez. Beatrice, Julius, Anastasia, Echidna, todos ficaram completamente estupefatos. Julius se curvou diante dele, dando seu nome e agradecendo a sua proteção ao reino. Ele então começou a chorar, dizendo que não havia maior honra para ele como cavaleiro ter conhecido Reid Astrea e Volcanica. Anastasia se apresentou, dizendo que ela era a próxima pessoa com quem Volcanica iria formar um pacto, pois ela obviamente iria ganhar a corrida real

Volcanica repetiu suas mesmas duas linhas. Emilia informou-lhes que Volcanica tinha demência por estar aqui por muito tempo. Julius ficou totalmente chocado. Echidna propôs que sua alma tinha ficado oca. Beatrice explicou, dizendo que 90% de sua consciência estava adormecida. Anastasia propôs, independentemente de sua alma ser oca, que seu corpo fosse capaz de ajudar o povo de Priestella. Ela disse a Emilia para obter o sangue do dragão, que iria curar as vítimas da Autoridade da Luxúria. Emilia perguntou se eles deveriam ter chamado outras pessoas para a torre, para que eles pudessem fazer usos mais inteligentes do sangue. Julius disse que ele vai retirar algum, pois poderia ser revolucionário. Depois de um pouco mais de brincadeira, Emilia perguntou a Volcanica se ela poderia vir com eles, ou se não quisesse, se importaria de dar algum de seu sangue. Mas a reação de Volcanica foi estranha, extremamente estranha. Não reagiu à Emilia. Um arrepio correu pela espinha de Emilia, enquanto Volcanica olhava para o leste, onde estava localizada a grande queda d’água, e à frente dela estava uma terra extraordinária.

 

A cena muda para Subaru, que estava com Patrasche. Ram agradeceu a Patrasche por salvar Rem, dizendo que trazer Patrasche foi a maior conquista de Subaru. Ele concordou. Eles estavam na sala verde. Ele entendeu que a batalha de Ram contra Ley Batenkaitos havia sido particularmente feroz. Ele pediu desculpas, Ram o negou. Meili apontou como Ram e Subaru eram exatamente como irmãos quando conversavam.

Mais algumas brincadeiras. Subaru ressalta que Rem não tinha acordado. Embora Emilia tenha se recuperado, Julius e Rem não haviam acordado. Subaru pergunta a quem Emilia levou todos para se encontrar, Ram respondeu dizendo que era apenas um velho estranho. Subaru pensou que o velho não podia ser o Flugel. Seu sangue começou a ferver quando ele pensou em Flugel, considerando o que ele fez com Shaula. Ram disse a ele para se acalmar. Ele esticou tanto o rosto, que uma ferida na bochecha começou a sangrar. Ram colocou a palma da mão na bochecha dele.

Ela lhe disse que quando lamentasse, chorasse, não se enfurecesse. Subaru decidiu deixar o assunto, dizendo que deveriam pensar nos Arcebispos do Pecado da Luxúria e da Gula. Ram tinha uma teoria diferente sobre a Gula, uma baseada no tempo. Ela disse que se o consumo de Memórias pela Gula fosse realmente semelhante ao consumo de alimentos, então seria necessário algum tempo para ser digerido. Assim, Emilia poderia ser recuperada, que tinha sido comida por apenas algumas horas. Esse não era o caso de Julius e Rem. Ela não sabia se eles haviam sido completamente digeridos. Mas havia esperança, de que Julius e Rem poderiam ser recuperados.

Subaru entendeu, e pensou que não tinha mais preocupações com Batenkaitos morto e Alphard, não, ele tinha outra preocupação. Louis Arneb, a gula final. Ele se perguntava se era possível matá-la no Salão de Memórias, já que aquele não era um lugar de manifestação física e ela não tinha corpo próprio. Ele pensou que com o fim do Trial de Reid, o livro de Reid não deve mais estar vazio, fechando o portal para o Salão das Memórias. Ram o repreendeu, dizendo que ele não era o único que havia cometido erros nesta torre. Apesar de ter derrotado o Arcebispo do Pecado da Gula, ela havia dado demasiados recuos que poderiam ter matado Subaru, mas o fardo não tinha ido para Subaru sozinho, mas para Rem.

Ela se perguntava se Rem ficaria ressentida com ela, mas ela estava bem com isso. Como elas eram irmãs. Meili salientou que Subaru tinha melhorado. Subaru pensou como ele estava grato ao espírito desta sala, que curou todos os que entraram nela. Ram disse a ele que eles deveriam fazer o espírito se materializar usando a Proteção Divina de Julius, mas Subaru duvidou se ele concordaria. De repente, Ram sentiu algo mudar no ar. Inesperadamente, no centro da Sala Verde, nasceu a luz. Todos eles se afastaram da luz. Lentamente a luz se apagou, e havia algo mais em seu lugar. Uma menina. Subaru sabia quem ela era. Era, Louis Arneb.

Louis Arneb, a última gula, irmã de Ley e Roy, que não possuía corpo próprio, materializou-se desta forma. Subaru disse a Ram quem ela era. Ela estava inconsciente. Subaru duvidou que ela quisesse desafiá-lo novamente tão cedo, depois das cicatrizes que a morte deve ter deixado com ela. Ele disse a Meili para chamar Emilia, ela foi embora, com uma mini-corrida na cabeça. Subaru propôs que a amarrassem com as videiras, Ram era a favor de não fazê-la reagir de alguma maneira. Ela então lhe disse que o efeito curativo da Sala Verde havia desaparecido. Os espíritos da Sala Verde haviam desaparecido, e isso não deve ser alheio ao fato do Arcebispo do Pecado diante deles.

Como ele garantiu ter esperado Emilia e Beatrice para determinar o curso da ação, a morte negra atingiu a torre. Uma explosão. Ele não podia acreditar. Subaru imediatamente atirou Ram para cima de Patrasche, Ram reagiu, mas ele não teve tempo de escutá-la. Ele agarrou Rem em seu braço direito, e de alguma forma Louis em seu braço esquerdo. Quando ele estava prestes a deixar a Sala Verde, as sombras negras enclausuraram Subaru. Ele estava com medo de andar. Ram disse a Subaru para ficar forte, caso contrário, Rem choraria. As sombras o engoliram inteiro.

Subaru estava cercado pela escuridão, pois a Bruxa confessava continuamente seu amor a ele. Ele o recusou. Eu o amo. Ele disse que Louis pode tentar pegar o retorno pela morte.

Eu te amo, eu te amo, eu te amo.

Ele disse que não vai perder, ele vai lutar pelo amanhã.

Eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo.

Inúmeras vezes as palavras de amor ecoaram, mas então ele ouviu uma voz diferente. “Tu, que chegaste ao topo da torre. Avança pelo primeiro andar, peticionário todo-poderoso”. A luz azul atingiu o mundo das trevas, e mudou sua tonalidade.

Subaru gemeu enquanto acordava. Patrasche estava com ele, ela lhe lambeu a bochecha. Sua visão foi aos poucos esclarecendo o que ele viu, uma Louis Arneb assustada. Subaru imediatamente entrou em pânico e perguntou a ela o que ela pretendia fazer. Louis não podia dizer nada, ela simplesmente deixou sair um “woah” desnorteada. Subaru se perguntou se ele estava morto e olhou em volta enquanto ficava em guarda com Louis.

O cenário não era nada parecido com as Dunas de Areia Augria, era parecido com o prado de flores dos Ursos Courtesan. Mas este também não era o Salão das Memórias. Ele confirmou a sensação, o cheiro, o gosto da grama. Era real. Ele tinha seus ferimentos e as lágrimas em suas roupas. Os vestígios da batalha na Torre de Vigia das Plêiades permaneceram. Ele havia sobrevivido às sombras. Foi quando de repente ele pensou, onde estava Rem. Ela estava deitada na grama. Ele estava aliviado. Ele se perguntou onde estavam, onde estava a torre, chamou Emilia, Beatrice e Ram. Nenhuma resposta.

Apenas Louis estava lá. Ele tentou se levantar, como o único que podia proteger Rem. E então, uma mão o apoiou, ajudando-o a ficar de pé. Subaru soltou um som de surpresa e congelou. Seus joelhos estavam tremendo, seu corpo inteiro estava suando. Todos os seus órgãos quando ele estava louco. Choque, espanto, emoção, além da crença.

Ele olhou para os deslumbrantes olhos azuis. Seu coração estava acelerado, sua garganta tremia. Ele tentou chamá-la pelo seu nome. Falhou. Falhou. Após vários fracassos, ele finalmente chamou o nome dela.

Rem. Rem, Rem, Rem, Rem, Rem, Rem.

Cada vez que ele chamava seu nome, lágrimas corriam por suas bochechas. Cada vez que ele rasgava, a forma dela ficava borrada. Ele tinha medo disso. Se ele a perdesse de vista, ele poderia perdê-la novamente. Lágrimas corriam pelos olhos de Subaru, não havia dúvida, o que estava diante dele era Rem. Ele havia conversado com o rosto adormecido dela por inúmeras horas. Seu desejo tinha finalmente sido concedido.

Ela tentou dizer algo. Ele disse a ela para levar as coisas com calma. Ela tentou perguntar algo. Ele se perguntava o que seria. Ela finalmente pronunciou:

“Quem é você?”.

Um golpe que lhe perfurou o coração, esfaqueou-lhe o peito. Cada respiração parecia amarga. Ele deveria ter esperado isto. Considerando a Autoridade da Gula, sempre foi possível que ela acordasse sem seu Nome ou Memórias. Ele desesperou, caiu em fúria, amaldiçoou seu próprio destino, tendo se tornado um herói trágico. Mas ela já lhe havia dito uma vez antes.

“Por favor, mostre-me como você pode ser legal, Subaru-kun”.

Rasgando seus molares, disse ele.

“Eu sou Natsuki Subaru”.

“Embora você possa não se lembrar ainda, eu sou…”

“Você é…”

“Eu sou o seu herói”.

Confessando que ele havia esperado muito para conhecê-la, o herói ferido renovou seu voto. Para mais uma vez, começar sua história com ela a partir daqui, do zero.

 

Sim, a Rem finalmente acordou, mas ela perdeu as memórias, e com isso o Arco 6 foi finalizado, o autor disse que vai começar o Arco 7 daqui um tempo, não especificou quantos dias vai demorar.

Só recapitulando, Subaru, Rem (acordada e sem memórias) e Louis (uma das irmãs da Gula) estão juntos em um lugar estranho.


Curta a gente no Face, siga no Insta e no Twitter!! Arigas!!

Hoss

Hoss é o criador da Você Sabia Anime, formado em Design, está estudando japonês, talvez coreano, está treinando desenho em uma mesa e começou a fazer lives no Youtube

%d blogueiros gostam disto: