Professor por anos Vandaliza itens de Alunos em Escola

Sabe quando você vai assistir um anime ou ler um mangá que se passa numa escola japonesa, que tem algum personagem que sofre bullying? Normalmente o bullying consiste em escrever palavras feias na mesa, roubar sapatos, botar coisas no armário etc.

E foi isso que rolou em uma escola japonesa real, que fica em Akiruno, só que ao invés de ser outro aluno, nosso culpado é um professor.

Koichi Inoue, um professor de 38 anos, roubou 3 sapatos de um aluno, e escreveu coisas como ”morra” e ”você é nojento” em pertences de outros alunos. A polícia o confrontou e inicialmente ele disse que ”não tinha ideia” e negou as acusações.

Os sapatos (todos os 3 eram o pé direito) foram encontrados no armário do professor, e imagens dele das câmeras de segurança foram descobertas.

Ao ser preso ele revelou que fez isso não porque odiava os alunos, mas porque ele odiava os seus colegas de trabalho, ele disse para a polícia que o estresse vindo de trabalhar com seus colegas de trabalho professores o fez cometer esses crimes.

Segundo a polícia, os sapatos que Inoue roubou ”não podem mais ser usados”, as autoridades não falaram o porque…

Inoue tem trabalhado na escola desde Abril de 2017, e durante esse tempo todo ao menos mais de 100 itens sumiram ou foram vandalizados na escola. Agora a polícia investiga se foi tudo culpa de Inoue.

Comentários dos Japoneses do caso:

”Escondendo os itens de uma criança… que infantil”
”Eu penso, ele escolheu ser um professor porque ele nunca quis sair da escola?”
”Rápido faça todas as escolas terem ensino a distância”
”Como esse cara é professor?”
”Crianças, tenham certeza de não crescerem como um cara desse”

O que acham desse caso?


Curta a gente no Face, siga no Insta e no Twitter!! Arigas!!

Compartilhe!!