Chiaki se pronuncia após Acusações de visão Política em Digimon

Chiaki se pronuncia após Acusações de visão Politica em Digimon

Chiaki se pronuncia após Acusações de visão Política em Digimon

Caso você não saiba o que aconteceu, leia aqui primeiro.

Lido esse post, abaixo está a tradução para a resposta que Chiaki escreveu em seu blog:

Peço desculpas, eu não sei se ele entende muito de inglês, algumas partes me pareceram estranhas então tentei dar uma adaptada.

Chiaki se pronuncia após Acusações de visão Política em Digimon

O conteúdo do drama ”Digimon Tamers 2021” é inteiramente de responsabilidade de Chiaki Konaka, e não da Toei Animation ou da Organização do Digifest.

Além disso, já que a distribuição desse show era pro público japonês e não algo que possa ser assistido legalmente por pessoas fora do Japão, não sou inerentemente responsável por expressar minhas opiniões para a comunidade internacional.

Porém, eu sei que o CD drama de 2018 ”Digimon Tamers 2018” foi mostrado com uma versão legendada em vários idiomas, e eu sabia que esse drama seria eventualmente conhecido por fãs ao longo do mundo.

O evento deste ano do Digifes teria a comemoração dos 20 anos de Digimon Tamers.

Para mim, foi uma surpresa e um prazer ser tratado de uma forma tão grande.

Porém, quando eu fiz o CD Drama em 2018, eu estava convencido que eu poderia fazer uma sequência oficial chamada ”Digimon Tamers 2020”, eu fiz uma apresentação mas ela foi cancelada.

É isso mesmo, ela foi cancelada.

Pode não valer muito pros fãs estrangeiros, mas para animes japoneses, os dubladores são tão importantes quanto a tela, e ”Digimon Tamers” foi muito agraciado pelos seus dubladores, inspirando a nós criadores.

Como alguns de vocês sabem, a atriz que deu voz a Renamon se aposentou, ela também fazia o papel da avó, mãe de Ruki/Rika, e também de Alice McCoy.

A situação não foi diferente desta vez, e a lendária Masako Nozawa, que interpretou Guilmon e a narradora, teve condições ainda mais difíceis: teve que ser pré-gravada.

O áudio drama é literalmente um drama com o script na mão, então não é uma história com situações muito dinâmicas.

Porém eu decidi incluir algumas cenas de ação recriando o estúdio onde o original ”Digimon Tamers” foi gravado toda semana em 2001 pela primeira vez em 20 anos.

Então não teve outro jeito a não ser seguir o formato de ”2018” novamente, porém ”2021” era a continuação de ”2018” e uma versão ao vivo de ”2018”.

A missão do show é mostrar as personalidades e as habilidades de atuação dos dubladores que atuaram no seu máximo, não tem vídeo, então não tem tempo de explicar os detalhes da história.

Se ”2020” pudesse ser realizado, seria possível ter mostrado o vilão de 2018, Malicebot, em detalhes, mas isso não aconteceu.

Além disso, se o inimigo fosse outro Digimon poderoso ou outro ser, a explicação seria complicada e o drama ficaria maior.

É por isso que eu trouxe um ”inimigo virtual” dessa vez.

Elementos reais são descritos no original de 2001 como o Five Eyes e outros, Tamers não ocorria no ”futuro próximo” mas no presente.

Em ”2018”, era Yamaki na segunda metade da série original e desta vez, eu queria ver Yamaki mais cedo na história.

Foi divertido imaginar como ele iria interagir com Henry, Rika e os outros agora como adultos.

Algumas palavras que eu usei foram controversas, porém, eu não tinha intenção de condenar nenhuma pessoa em particular ou grupo nesse drama.

Isso é Japão, é onde toda a mídia mainstream insiste em chamar um teste PCR positivo como ”infectado confirmado”, não é nem um ”caso”, e os números tem subido todo dia.

Já é assim a quase dois anos.

Quando a pandemia começou eu parei de abrir o Twitter por cerca de um ano, eu parei de assistir a CNN/US, ao qual eu era assinante no serviço a cabo para entender o que estava realmente acontecendo.

E tenho lido o que jornalistas independentes estão juntando de fontes abertas, se referindo a links nos quais eu vou.

Na minha opinião pessoal, COVID-19 é obviamente real.

Em 2021 a fase mudou (e o estoque de vacinas começou), eu estava frutrado pela exclusão dos jornalistas independentes das grandes plataformas, e do fato da perspectiva contrária ser escondida.

Eu acho que meus sentimentos foram refletidos nas palavras fortes de Yamaki.

Porém a situação mudou de quando eu escrevi o roteiro no começo da primavera para o dia 1º de Agosto.

Isso não é muito sobre o Japão mas sobre as novas dificuldades que países ao redor do mundo estão passando.

Portanto, não era mais oportuno enviar mensagens para o resto do mundo.

Teve pessoas que me acusaram de pertencer a um grupo particular, eu nunca expressei nenhuma crença política.

Não teve nenhum anime que trouxe mais diversidade que ”Digimon Tamers” naquele tempo.

Então fiquei triste, mas não se preocupe, como eu mencionei mais cedo, meu plano ”2020” já foi cancelado.

Eu vou deixar o blog Digimon Tamers 2021 aberto para ser lido no futuro para aqueles que gostam do Tamers original e eu vou deletar todos os comentários que me acusem de ser uma pessoa ruim.

Muitas pessoas tem me defendido e me falaram para não pedir desculpas, mas é difícil ver uma divisão tão grande entre os fãs.

Deixe-me apenas pedir desculpas pelo fato de que eu deixei isso ocorrer.

Eu não quero mais conversas sobre esse caso.

Chiaki J Konaka.

Visto em: Chiaki Twitter
Fonte: Chiaki blog (Arquivo)

Hoss

Hoss é o criador da Você Sabia Anime, formado em Design, está estudando japonês, talvez coreano, está treinando desenho em uma mesa e começou a fazer lives no Youtube

%d blogueiros gostam disto: