Campanha de meia-calça gera reclamação de Mulheres por supostamente promover assédio

Campanha de meia-calça gera reclamação de Mulheres por supostamente promover assédio

Dia 2 de novembro é comemorado o dia da meia-calça no Japão e aproveitando a data, a empresa ATSUGI, que produz e vende meias-calças, fez uma colaboração com ilustradores famosos para a produção de artes de mulheres em cenas comuns usando meia-calça.

Você pode ver algumas das artes abaixo (talvez eles apaguem as artes, pois eu tinha colocado mais artes abaixo e os ilustradores deletaram):

Para a campanha, a ATSUGI estava usando a hashtag #ラブタイツ (Amo meia-calça) e estava apenas compartilhando essas artes.

Pois bem, daí é claro que teve gente se sentindo ofendida e uma treta começou na internet, pessoas começaram a reclamar da campanha, falando que era voltada a deixar homens excitados, que o público alvo eram homens, que estava tratando as mulheres como objeto, que as artes eram sexuais etc.

Reclamaram também da escolha do ilustrador, Yom é o autor de Miru Tights, que é uma série naturalmente ecchi, se não me engano também já fez trabalhos hentais, e eu acho engraçado isso.

Enfim, a reclamação parece que foi muita, já que a ATSUGI deletou as imagens que compartilhou e pediu desculpas.

No comunicado que eles soltaram de desculpas, falam que as artes podem gerar insinuações sexuais, que não era a intenção deles, que suspenderam a campanha completamente etc etc etc

Tem a galera que comemorou o fim da campanha e não quer que a ATSUGI crie mais campanhas que deixem homens excitados, pois as supostas clientes que reclamaram não querem sair na rua e serem alvo da excitação de alguém.

E tem as pessoas que ficaram irritadas pelo cancelamento da campanha, dizendo que não é certo cancelar o trabalho de um ilustrador que se esforçou pela campanha, que não importa como você saia na rua, alguma pessoa vai te olhar de forma sexual porque é da nossa natureza, que quem reclamou nem compra os produtos e reclamou por reclamar.

Mas um tweet chama a atenção, é o de Hiroyuki Nishimura, ele publicou sobre a polêmica:

É a história sobre uma fabricante de meia-calça que está sob fogo por conta das suas ilustrações, mas a planejadora é uma mulher, a ilustradora é uma mulher e as ”ilustrações estão tentando pegar a atenção do público masculino! E as mulheres parecem irritadas.

Na ausência de homens, supostamente é culpa dos homens, mas nessa história, os homens parecem ser as vítimas.

Comentem o que vocês acham…


Curta a gente no Face, siga no Insta e no Twitter!! Arigas!!

%d blogueiros gostam disto: