5 Animes que Respeitaram o Material Original

5 Animes que Respeitaram o Material Original

Eighty Six finalmente terminou após seus dois últimos episódios terem sido adiados por meses para uma melhor animação, e após o seu fim, fãs começaram a discutir como que a adaptação foi boa e respeitou o material original.

Na grande maioria das vezes, adaptações de animes vindo de light novels costumam ser tenebrosas, pois existe uma “regra” não dita de que um anime baseado em uma light novel deve adaptar os 3 primeiros volumes em 12 ou 13 episódios.

Isso é o que você mais encontra por ai, a grande maioria de animes originários de light novels adaptam os 3 primeiros volumes e por consequência acabam rushando demais a história, cortando muita coisa.

Porém existe poucos e raros casos em que o anime respeita o material original como pode, sacrificando tempo, aumentando a duração do episódio, expandindo a história existem várias formas de se fazer isso.

Nesse post então eu sai pesquisando e também usando a minha memória e selecionei 5 animes que creio terem respeitado o material original, vale ressaltar que apenas animes baseados em light novels estão nessa lista.

5 Animes que Respeitaram o Material Original

ReZero

5 Animes que Respeitaram o Material Original 1

Começando por ReZero, pois é, ReZero que é sempre tão mega criticado por quem leu a novel.

A light novel de ReZero é extremamente rica em história, com vários detalhes sendo ditos para você, e o anime por mais que tente não conseguiu transmitir tudo.

Uma critica bastante repetida que lembro é o fato de no anime, Subaru nunca mencionar sua casa ou família, algo que logo no primeiro volume já é dito, mas o anime resolveu cortar isso.

Porém mesmo assim o anime tenta botar o máximo de história que ele consegue em seus episódios. Por conta disso em muitos episódios a abertura ou o encerramento foram sacrificados, quando o anime estava em transmissão era uma piada recorrente a gente adivinhar se iriamos ver a abertura ou o encerramento.

E olha que não transmitir a abertura ou encerramento é algo grande, normalmente uma empresa que produz a música está no comitê de produção de um anime, e ela quer que a abertura/encerramento toquem, para que motive as vendas dos CDs das músicas que eles produziram.

Outra coisa é a duração de vários episódios do anime, logo de cara o primeiro episódio de ReZero tem uns 40 minutos de duração, e juntando com a segunda temporada, temos vários com quase 30 minutos de pura história, sem abertura ou encerramento.

Os fãs que leram a light novel não gostam do anime, dizendo que ele cortou muita coisa, omitiu coisas importantes etc, e é verdade, mas pensem no lado da staff.

Foi dado a eles uma quantidade de episódios e um tempo limite para produzir a adaptação, às vezes as empresas falam até onde o estúdio tem que adaptar e Re:Zero ainda conseguiu em muitos episódios pular abertura/encerramento e ainda durar quase 30 minutos atrapalhando comerciais na TV?

Isso poucos fazem.

Mushoku Tensei

Veja a prévia do OVA de Mushoku Tensei focado na Eris

Mushoku Tensei não tem episódios com vários minutos de duração como Re:Zero, mas eles não quiseram botar uma abertura tradicional aqui.

Isso até foi dito na época em que o anime estreou, a equipe queria que a abertura também fizesse parte da história, então quando a música e os créditos rolassem, nós veríamos história do episódio sendo contada.

Em termos de animação, Mushoku Tensei é simplesmente incrível, às vezes você acaba descobrindo vários detalhes que você deixou passar ao rever os episódios.

A primeira temporada do anime adaptou os 6 primeiros volumes da light novel, e sinceramente, não vi fãs da light novel reclamando tanto do anime.

O que rolou foi uma pequena discussão sobre a cena do reencontro entre Rudeus e seu pai, que uma galera preferiu como o mangá fez em relação ao anime.

Sekai Saikou no Ansatsusha, Isekai Kizoku ni Tensei suru

Comentando Sekai Saikou no Ansatsusha Ep 10

O anime do assassino que acaba sendo morto por sua organização e reencarna em um outro mundo com a missão de matar o herói!

Sim, essa é uma das adaptações mais incríveis que tivemos nos últimos anos, não foi um anime badalado como ReZero nem Mushoku Tensei, mas esse anime respeitou demais o material original.

O que o anime fez foi usar seus 12 episódios para adaptar apenas o primeiro volume da light novel, que tem apenas 283 páginas, o que aconteceu é que muito conteúdo extra foi colocado no anime, conteúdo extra esse que ajudou em melhorar o andamento da história, e não qualquer filler besta.

Você pode ver a relação de quais episódios adicionaram conteúdo extra aqui.

Eighty Six

Comentando Eighty Six Ep 9

Temos agora o mais recente caso de nosso assunto, Eighty Six, a primeira temporada do anime, que teve 23 episódios adaptou os 3 primeiros volumes da light novel.

O que surpreende aqui é que Eighty Six, igual ao caso do Sekai Saikou no Ansatsusha, Isekai Kizoku ni Tensei suru, resolveu expandir certos acontecimentos, adicionando mais coisas, melhorando e muito assim a história.

Outra coisa que surpreende é que dos 11 episódios da primeira parte do anime, 10 adaptam o volume 1 da light novel! O resto adapta os volumes 2 e 3 e temos um episódio ai que adaptou uma pequena parte do volume 10.

Então a adaptação de Eighty Six em 23 episódios adaptou 3 volumes e ainda expandiu a história contada.

Shinchou Yuusha

Shinchou Yuusha

Shinchou Yuusha é um anime de comédia com uma história trágica e certa violência em muitos momentos, mas mesmo assim é um bom anime.

Sinceramente, nunca li a light novel, não sei se ela cortou conteúdo da novel ou adicionou (cortar deve ter cortado), mas quando vi que sua primeira temporada adaptou os dois primeiros volumes da light novel, achei que podia entrar aqui.

Adaptar 3 volumes normalmente se torna bem rushado, e o anime acaba por cortar muita coisa, 1 volume costumasse adicionar ainda mais conteúdo a história, melhorando o entendimento, então eu acho que dois volumes seria o número perfeito para uma adaptação.

E é isso que Shinchou Yuusha fez, adaptou os dois primeiros volumes de sua novel, terminando assim o primeiro arco da história, mas por relatos que eu vi, ainda se recomenda pegar o volume 2 e ler o último capítulo, pois o anime não chegou a cobrir todo o volume 2.

Por fim, uma menção à:

Sabikui Bisco

Autor de Sabikui Bisco cita Metal Max e Hokuto no Ken como Influências

Coloquei Sabikui Bisco aqui no final pois eu sei que o anime inteiro adaptou apenas o primeiro volume da light novel, porém eu com poucos episódios dropei o anime.

Até onde fiquei sabendo, o anime quis adaptar a ordem dos acontecimentos da história de forma diferente do que a light novel apresentou, não posso confirmar isso 100% pois não li a light novel.

Então por esse motivo eu não sei se ele realmente “respeitou o material original”, mas estou informando que ele adaptou apenas 1 volume.

Esses são os animes que na minha visão, ao menos, respeitaram o material original, e não quiserem rushar em número de volumes a história.

Enquanto eu estava pesquisando para fazer esse post, me deparei com outros animes que me falaram que também respeitaram o material original, só que como esses eu nunca li a novel ou li a novel e nunca vi o anime, não quis colocar nesse post, porém irei citar eles aqui e vocês nos comentários me dizem se respeitaram:

  • Monogatari
  • Violet Evergarden
  • Suzumiya Haruhi
  • Youjo Senki

Qual adaptação de uma light novel você curtiu demais?

 

Clique aqui e tenha 3 meses da Amazon Music de graça (promoção válida até o dia 10 de Janeiro de 2022).

5 Animes que Respeitaram o Material Original 2

Arigas Yuushas e Maous!

Por fim, MIL ARIGAS à todos os Yuusha e Maou que viraram membros no site da Você Sabia Anime!

Agora além de virar membro é possível ajudar diretamente a Você Sabia Anime, dessa forma trazendo ainda mais conteúdo para você, você pode apenas doar para o pix [email protected], agradecemos imensamente toda ajuda!

Hoss

Hoss é o criador da Você Sabia Anime, formado em Design, está estudando japonês, talvez coreano, está treinando desenho em uma mesa e começou a fazer lives no Youtube