Empresa de trens desenvolve aplicativo para avisar ao condutor sobre assédio

Empresa de trens desenvolve aplicativo para avisar ao condutor sobre assédio

A empresa de trens East Japan Railway Co. (JR East) planeja lançar um aplicativo de smartphones para ajudar a diminuir os incidentes de assédio dentro de seus trens.

Pressionando um botão no aplicativo, a vítima de chikan enviará uma notificação ao tablet do condutor do trem, que fará um anúncio notificando os passageiros sobre a situação e o número do vagão. Outros usuários do aplicativo também serão notificados.

De acordo com a JR East, um vagão pode ser identificado por GPS, reduzindo a área do evento e enviando um alerta. O objetivo é a redução desse tipo de incidente alertando aqueles ao redor da vítima, mesmo se a vítima não quiser falar abertamente sobre a ocorrência.

De acordo com a Agência Nacional de Polícia, cerca de 2800 casos de assédio aconteceram dentro de vagões ao redor do país em 2018. Nesses casos, os suspeitos foram acusados de violação da ordem pública, e cerca de 260 receberam acusações de atentado ao pudor.

Empresa de trens desenvolve aplicativo para avisar ao condutor sobre assédio

Apesar de ter havido uma queda – até 2016, a quantidade de violações da ordem pública excedeu os 3000 casos – a JR East ainda acha a situação preocupante.

O aplicativo começou a ser testado em fevereiro desse ano, entre as estações Omiya e Shinjuku, na Linha Saikyo. De fácil uso, os passageiros da linha Saikyo terão o uso liberado em junho.

“É dito que vítimas de assédio não conseguem rapidamente pedir ajuda as pessoas ao seu redor. Ao diminuir essa barreira, nós queremos prevenir o assédio com a implementação desse aplicativo”, disse o presidente da JR East, Yuji Fukasawa.

Fonte




Compartilhe!!