Autor de Haikyuu vem ao Brasil entrevistar Atletas para História do Mangá

Autor de Haikyuu vem ao Brasil entrevistar Atletas para História do Mangá

Autor de Haikyuu vem ao Brasil entrevistar Atletas para História do Mangá

Haikyuu terá Brasil-sil-sil!

As atletas Bárbara Seixas e Fernanda Berti foram entrevistadas nesta segunda pelo autor de Haikyuu (e mais algumas pessoas da Shueisha), que veio ao Brasil para entender melhor o Vôlei de praia para assim aplicar ele da forma mais fiel possível em seu mangá!

E porque ele veio ao Brasil? Porque o nosso país é 13 vezes medalhas olímpicas em 36 disputadas.

– É a primeira vez que sirvo de inspiração para uma história. E se tratando de um desenho no Japão é muito especial. É diferente, é legal. Estou toda boba. Muitas vezes a gente fica nessa de trabalhar e trabalhar e não percebe o tamanho do alcance dos nossos feitos. Você esquece que o mundo está vendo você e o quão longe seu trabalho chegou. É um grande orgulho – contou Barbara Seixas, medalha de Prata na Rio 2016.

Autor de Haikyuu vem ao Brasil entrevistar Atletas para História do Mangá

A dupla ajudou o autor para a trama de seu mangá, como sabem, mangakás japoneses que fazem histórias baseada em algo costumam sair em pesquisa para mostrar de forma fiel certas coisas na história, um que recentemente saiu para fazer pesquisa foi o mangaká de Detective Conan.

Além disso elas estão tentando uma vaga para as Olímpiadas de Tóquio que ocorrem no ano que vem (e é bom você aprender um pouco de japonês caso queira ir a olímpiada certo? O curso de Japonês do Ricardo Cruz está com matrículas abertas!) A Shueisha quer dar fidelidade ao vôlei de praia no mangá de Haikyuu e por isto esta visita.

– Quando penso em um personagem de vôlei de praia, vejo alguém obstinado. Que passa por dificuldades no início da carreira, mas não desiste. Penso em alguém forte, apaixonado pelo que faz e disciplinado – brinca Barbara num processo imaginário de definir como seria um personagem fiel da modalidade

Segundo o autor de Haikyuu, Hauichi Furudate (cujo nome é falso para proteger a identidade verdadeira dele):

”Vamos utilizar o que conversamos com as meninas como um conceito para a história dos personagens, não vai ser exatamente a personificação dos personagens. Estamos aqui para entender melhor o ambiente e escrever um roteiro mais rico em detalhes”

Além delas, a dupla Bruno Schmidt e Evandro também foi entrevistado.

Autor de Haikyuu vem ao Brasil entrevistar Atletas para História do Mangá

Segundo contam os idealizadores dos quadrinhos de vôlei, o impacto que o mangá tem na cultura dos japoneses é impressionante. Assuntos debatidos nas histórias se refletem no comportamento social. Apesar de estar atrás das grandes potências esportivas do país, como beisebol e futebol, o vôlei cresceu muito nos últimos tempos. É possível ver mais crianças interessadas na modalidade desde o surgimento do mangá.

Ok, eu não leio Haikyuu mas parece que teremos algo do Brasil nele, quando tiver podem me avisar no Twitter? Porque agora eu to muito curiosos, e que legal saber deste tipo de coisa viu, da um orgulhosinho.

Fonte

Até a Globo fala de Haikyuu mas a Panini não hein.


Considere Comprar Mangás e Novels na Amazon e Apoie mais O BRASIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIL